Eventos da Fatec Jales, I Jornada Acadêmica, Científica e Tecnológica (v.1, n.1, 2018)

Tamanho da fonte: 
PERFIL DO CONSUMIDOR DE ALIMENTOS MINIMAMENTE PROCESSADOS NO MUNICÍPIO DE JALES, ESTADO DE SÃO PAULO
Gilson de Jesus Souza, Natália Oliveira da Silva, Edy Carlos Santos Lima, Leandro Arthur Pinto

Última alteração: 2019-02-24

Resumo


Nos últimos anos, o mercado de frutas, legumas e vegetais minimamente processados vem crescendo de forma gradativa, vindo ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores, que buscam alimentos de qualidade e com maior praticidade de preparo. Diante dessa no conjuntura, este trabalho tem vomo objetivo de caracterizar o perfil do consumidor de alimentos minimamente processados no municipio de Jales - SP. A pesquisa foi realizada no período de agosto a outubro de 2018, no município de Jales, estado de São Paulo, no supermercado Proença, nos dois supermercados Sakashita e em duas quitandas, onde aplicou-se 265 formulários. Verificou-se que as mulheres são as principais agentes de compras, destacando-se que 60% dos entrevistados são do sexo feminino, identificou-se que a maioria dos entrevistados (35%) estão na faixa etária entre 18 a 28 anos, além de serem casadas (53%) e 46% dos entrevistados não terem filhos. Verifica-se que 85% dos entrevistados conhecerem e entenderem o que são alimentos minimamente processados, tem-se ainda um consumo muito limitado. Essa limitação no consumo de acordo com os entrevistados é devido ao alto preço de comercialização desses produtos, e pode-se associar a atual crise financeira que está no país, se tornando um grande limitador. Os resultados encontrados evidenciam um grande mercado consumidor a ser explorado por parte das empresas que comercializam os produtos minimamente processados, devendo assim implementações de ações na busca de consumidor.